Quais empresas precisam de Licenciamento Ambiental?

O licenciamento ambiental é uma forma criada pela gestão pública para controlar atividades humanas e/ou profissionais que interferem no meio ambiente. Em geral, toda atividade poluidora - ou potencialmente poluidora - precisa solicitar ao órgão regulador local a licença para seu funcionamento. Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental O Estudo de Impacto Ambiental (EIA) e o Relatório de Impacto Ambiental (RIMA) são exigidos para a obtenção da Licença Ambiental. Estes estudos devem mensurar o dano que a atividade causará ao meio ambiente.... Leia mais

Entenda melhor a descaracterização de resíduos

O processo de remover todas as características de um produtos ou objeto visa proteger a marca dos clientes e anular os riscos de reutilização dos produtos, garantindo sua transformação em resíduo. O serviço de descaracterização oferece soluções de transformar qualquer material em partículas de diferentes tamanhos. É possível triturar resíduos de madeira, documentos, resíduos de produção, plásticos e papelão visando proteger a marca de seus fabricantes, além de facilitar a reciclagem e o reaproveitamento de materiais e a redução de volume otimizando a logística. Entre... Leia mais

Legislação em Foco: Resíduo Hospitalar

A falta de conhecimento da legislação vigente sobre o correto descarte de resíduos hospitalares pode levar a administração de hospitais pode fazer com que hospitais sofram penalidades que podem ser facilmente evitadas. A legislação prevê a divisão e classificação destes resíduos em 5 grupos: 1- Grupo A: Resíduos potencialmente infecciosos Estes resíduos podem conter agentes biológicos passíveis de causar infecção como bolsas de sangue, vacinas e restos de órgãos 2- Grupo B: Resíduos químicos Fazem parte deste grupo os resíduos que possuem restos de substâncias... Leia mais

Implantação de Coletas Seletivas em empresas

O desconhecimento e a falta de informação ainda fazem com que muitas empresas não se atentem às necessidades ambientais do mercado. Todas as atividades de uma companhia precisam estar alinhadas à legislação. Para isso, uma das etapas importantes da regulamentação de uma empresa é a Implantação de Coletas Seletivas. Coleta Seletiva é um sistema de recolhimento de materiais recicláveis: papéis, plásticos, vidros, metais e orgânicos, previamente separados na fonte geradora e que podem ser reutilizados ou reciclados. A coleta seletiva funciona, também, como um processo... Leia mais

reciclagem de medicamentos

Um assunto muito questionado dentre as empresas do ramo hospitalar é sobre a reciclagem de medicamentos. De acordo com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), não é possível reciclar remédios. Em algumas cidades, como por exemplo Feira de Santana, na Bahia, há iniciativas locais de coleta em algumas redes de drogarias. Porém, não existe nenhuma lei que obrigue as farmácias a recolherem medicamentos. Existe sim a logística reversa de itens pós consumo que pode se estender aos medicamentos e, já existe inclusive câmara técnica... Leia mais

A logística reversa é responsável por lidar com o fluxo de bens produzidos por uma empresa após sua venda. Existem dois tipos de logística reversa: a que lida com o fluxo pós-venda (devolução, troca e afins) e a que lida com o fluxo pós-consumo. Um exemplo prático: empresas que vendem pilhas, por exemplo, devem disponibilizar uma opção de descartes destas pilhas. Esta segunda área é responsável também pelo destino final destes produtos. Isto é: é de responsabilidade da fabricante de determinado tipo de material dar... Leia mais

Por que é essencial descartar resíduos corretamente?

Um dos maiores clichês do cinema americano é a expressão “Você deveria saber onde a sua jurisdição termina”. Tal frase de efeito geralmente é proferida, em tom ameaçador, por uma autoridade ao policial (o mocinho) quando este descobre informações que podem comprometer um dos vilões envolvidos na trama. Além de significar poder, área de influência, o termo jurisdição também é sinônimo de dever. A partir dessa premissa, pode-se dizer que no Brasil a frase que faria mais sentido seria a inversa: “Você deveria saber onde... Leia mais

5 dicas para se tornar uma empresa sustentável

Ser uma empresa sustentável não é importante só para o bolso. Além de economizar recursos materiais e naturais, ser sustentável é importante para o ambiente em que vivemos e trabalhamos. Cada vez mais, a sociedade tem se preocupado com a questão da preservação dos recursos, e as organizações precisam se adequar para acompanhar esse cenário. Esse comportamento também está ligado ao fato de que vivemos no contexto de uma legislação mais exigente e voltada para a proteção do meio ambiente. Não é preciso necessariamente ter... Leia mais

A compostagem tem como objetivo reduzir o nível de lixo descartado diariamente em aterros sanitários. Os benefícios, todavia, podem ir muito além do que é habitualmente associado pelas pessoas, principalmente se analisarmos os resultados apresentados pelo projeto “Composta São Paulo” realizado pela prefeitura da capital paulista através de uma parceria com a organização Morada da Floresta e empresas focadas em coleta urbana. Iniciado em 2014, ainda como projeto-piloto, o “Composta São Paulo” permitiu a inscrição de qualquer cidadão paulistano em sua primeira fase. A novidade... Leia mais

Legislação Ambiental

Agora que você já está começando a entender a importância (e a necessidade) de ter soluções ambientais em sua empresa, vamos apresentar a você algumas das principais leis brasileiras que prezam pelo meio ambiente. Embora tal classificação possa ser relativa, ela é baseada no ponto de vista do indivíduo leigo, que terá seus primeiros contatos com o direito ambiental. LEI DE RECURSOS HÍDRICOS – NÚMERO 9.433 DE 08/01/1997. Define a água como recurso natural limitado, dotado de valor econômico, que pode ter usos múltiplos –... Leia mais