Semana Mundial do Meio Ambiente: pequenas ações, grandes resultados.

Categories Onira News, Soluções Ambientais
Semana Mundial do Meio Ambiente

Estamos na Semana Mundial do Meio Ambiente, que começou no dia 5 de junho. A data foi criada em 1972 pela Organização das Nações Unidas, ONU, durante um encontro na Suécia para discutir o clima no mundo. Este ano o tema instituído pela ONU foi “Conectando pessoas à natureza” que tem como objetivo enfatizar os benefícios para a saúde física e mental de estar em meio à natureza. As Nações Unidas lembram os vastos benefícios de tal engajamento, desde a da segurança alimentar a uma melhor saúde, além de um suprimento adequado de água e estabilidade climática.

Em 2015 foi assinado, na 21ª Conferência das Partes (COP21) da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre a Mudança do Clima, em Paris na França, um grande acordo com o objetivo central de fortalecer a resposta global à ameaça da mudança do clima e de reforçar a capacidade dos países para lidar com os impactos ambientais. Cento e noventa e cinco nações se comprometeram a reduzir emissões de gases de efeito estufa dentro de um contexto do desenvolvimento sustentável.

Não adianta acharmos que as ações devem ficar apenas no âmbito governamental. Cada um de nós é responsável pela preservação do meio ambiente. Sabe aquela máxima “Pensar globalmente e agir localmente”, ou seja, pequenas ações se transformam em grandes resultados, através de atitudes no nosso dia a dia que acabam tendo um impacto enorme no meio ambiente, como separar os resíduos orgânicos do reciclável, o descarte correto dos resíduos contaminantes e não jogar detritos na rua. Mas só um fazendo isso adianta? Claro que sim. Você dá o exemplo para a sua família, amigos, vizinhos, funcionários, colegas de trabalho e comunidade.

No Brasil, desde 2010, está em vigor a Lei 12305/2010, que instituiu a Política Nacional de Resíduos Sólidos para que aja responsabilidade compartilhada dos geradores de resíduos: dos fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, o cidadão e titulares de serviços de manejo dos resíduos sólidos urbanos na Logística Reversa dos resíduos e embalagens pós-consumo. O gerenciamento correto de resíduos sólidos engloba um conjunto de ações exercidas por cada empresa, direta ou indiretamente, nas etapas de coleta, transporte, transbordo tratamento e destinação final ambientalmente adequada dos resíduos sólidos e disposição final correta dos rejeitos. Isso tudo vai muito além apenas da Lei, mas também ressalta uma postura ecologicamente correta de cada um que com certeza trará benefícios para todos.
Faça a sua parte agora!

Fonte: Ministério do Meio Ambiente